/*------------------- Blogger Theme by Bruna Borges - © 2013 (HTTP://ENDSTONIGHT.TUMBLR.COM/) Não se inspire ou Copie. Base: Minina ------------------------ */

3 de janeiro de 2015

Cinquenta Tons de Cinza - Resenha by Emmy

Nova Resenha u.u Cinquenta Tons de Cinza, do escritor E L James, editora Intrínseca *-*
Eu to amandooo essa trilogia, gente calma não é por causa do sexo talvez seja, brinks kkk, não eu não sou masoquista! Esse livro é muito famoso e todo mundo pensa que é porque somos pervertidos e gostamos de sexo, ainda mais no estilo sadomasoquista. Tá, já sei, por quê eu não falo primeiro sobre o livro?
Fifty Shades of Grey fala sobre Anastásia Steele acredite você vai ouvir muito esse sobrenome uma garota ingênua pode acreditar em como ela tem 21 anos, prestes a terminar a faculdade quando sua querida amiga Katherine Kavanagh, Kate pede para ela ir entrevistar o famoso magnata zilionário Christian Grey tire o olho! Para vocês recalcadas é Sr. Grey para o jornal da escola algo desse tipo já que Kate estava doente e por ela precisar muito dessa atividade extracurricular além de ser bastante persistente Ana aceita. Ela mal podia esperar que o tal magnata não tinha 40 anos mas apenas 27 e era um baita de um gostoso sim, não vai ter tracinho nenhum por cima, ele é gostoso e ponto. Ai sabe aquele lance amor a primeira queda? Exatamente o que acontece é que ela já entra na sala dele levando um tombo! Emmy, isso é spoiler. Ah, vai se catar nos outros eu me preocupei com o lance de spoiler nesse não vou, preciso me expressar! Se você não quisesse alguns spoilerzinhos não estaria lendo uma resenha Relaxa, Emmy Tá, parei Depois da minha discussão com meu subconsciente, prossigamos. Ai tem todo aquele negócio eu não sou bom o suficiente para você até que vão pra cama falo mesmo u.u mas antes disso acontecer, Ana descobre o "por que" que nenhuma pessoa que já fez seqsu com sr. Grey saiu por ai falando. Kate acha que ele é gay O delicioso sr. Grey esconde cinquenta sombras ruins em seu caixote. eu poderia falar baú, mas me recuso.
Agora posso me expressar?? Ok. E L James é o máximo, muitos dizem que ele é um péssimo escritor mas novamente eu repito, ao ler o livro dele, eu vi muito além do sexo e de suas palavras, eu vi o que ele queria passar através delas, então sim eu acho que ele tem muita habilidade com suas palavras, quem olha por cima acha que esse livro se trata sobre sexo, ou apenas um livro erótico para mulheres mas essas pessoas que pensam assim não são leitoras boas o suficiente para enxergar a verdadeira história por trás do livro, as tais entre linhas. Se você tem a capacidade de se envolver de verdade com a história, consegue ver as entre linhas e está a procura de um bom romance, nada água com açúcar mas que fala do verdadeiro amor? Então esse livro, é na verdade a trilogia Cinquenta Tons de Cinza.
http://2.bp.blogspot.com/-GMeX0AXRTMo/UH_-d-L2V6I/AAAAAAAADWE/xzWiwi_-l7E/s1600/cinquenta+tons+de+cinza+-+primeiro+livro+da+trilogia.png
Cinquenta Tons de Cinza, E L James - Foto: Google Imagens

Antes que eu finalize, vou responder uma dúvida de muitos "Por que Cinquenta Tons de Cinza?" já ouvi resposta do tipo é porque ele é Grey e tudo dele é cinza, ou que Christian é daltônico afff com três "fs" então eu vou responder para vocês, quem já leu o livro sabe que Christian diz que ele tem cinquenta sombras ruins que de certa forma o persegue, no caso se trata do que ele viveu no passado. O título original é Fifty Shades of Grey traduzindo ao pé da letra seria Cinquenta Sombras Cinzas/Cinzentas, mas nos lembramos do sobrenome de Christian, Grey e então o título passa a ser Cinquenta Sombras de Grey já respondi, né? Mas não é só isso o título brasileiro é Cinquenta Tons de Cinza porque primeiro a editora precisava de um nome comercial, e como se trata de uma trilogia os nomes precisam combinar em ex: Divergente, Sem Limites etc e em segundo lugar porque eu suponho que a editora queria de certa forma ter coerência com o titulo original, então ficou os Cinquenta e querendo ou não o Cinza também está certo mas Shade não é tom, e sim sombra se for olhar o livro de uma forma mais profunda você vai perceber que pela metáfora Christian enxerga o mundo cinza e ele passa isso para Ana (ela cita isso no primeiro livro) ela passa a enxerga assim também porque o mundo ao lado de Christian, e ter um relacionamento com ele é... complicado, quem já leu sabe disso, então ela seria a cor que faltava no mundo dele e de certa forma Christian vive em meio a escuridão as tais "Cinquenta Sombras" e Ana seria a luz que o puxaria das trevas (tem essa citação no segundo livro) isso explica os "Tons" então ainda o título brasileiro faz jus ao livro, só que eu ainda prefiro o título original porque tem partes que quem não tem a capacidade de compreender tudo isso, não entende o que o escritor passa só através do título, ou pelo menos não da maneira certa com tanta profundidade. Acho que com minha explicação por causa do título, você já se apaixonou, né? Eu também, e tanto que virei a madrugada para lê-lo. E você que não deu chance ao segundo, leia.
Pedacinho do livro como de costume?

       - Não faça - ele murmura e então me beija ligeiramente.
      - Por que você não gosta de ser tocado? - eu sussurro, olhando fixamente para seus olhos cinzas suaves.
      - Porque estou muito fodido, Anastásia. Tenho muito mais sombras que luz. Tenho cinquenta sombras ruins!

by Emmy

Não copie, plágio é crime!
Não pegue o conteúdo sem autorização.